Take a fresh look at your lifestyle.

Como Aliviar Cãibras Noturnas em um Instante?

0

A cãibra, ou câimbra, pode ser um verdadeiro pesadelo, especialmente quando ela ocorrem durante à noite, muitas vezes sem causa aparente. Ela podem ser um aviso valioso, ainda que doloroso, quanto aos cuidados com nosso corpo e a forma como trabalhamos ele.

Uma câimbra muscular é uma contração dolorosa e forte de um músculo, que vem de repente e dura de alguns segundos a vários minutos. Ocorre frequentemente nos músculos da panturrilha, mas também pode ocorrer nas coxas ou pés. A câimbra muscular também é chamada de Cavalo de Charley.

Para evitar as câimbras, é importante saber o que as caracterizam, e quais as melhores formas de lidar com elas. Vamos começar pelo básico, como de costume.

O que são câimbras noturnas?

As câimbras noturnas não são diferentes das corriqueiras, exceto pelo fato de ocorrerem durante o sono. Normalmente, você sente um nódulo duro no ponto de dor, que caracteriza o músculo contraído.

Se você não tiver distendido um músculo, a causa provavelmente será o cansaço, ou o corpo desidratado, ou porque seus músculos não estão recebendo nutrientes o suficiente, como potássio e magnésio.

Esses minerais, especificamente, ajudam seus músculos a trabalharem mais suavemente, e são uma das formas mais simples e eficazes de prevenção.

Enquanto o potássio ajuda a regular as atividades musculares, sobretudo na perda de nutrientes em longos períodos de exercícios, o magnésio estimula os processos metabólicos na região, seja para não perder força, seja para facilitar a chegada de outros elementos importantes na região, como a testosterona, por exemplo.

Câimbras também podem estar relacionadas ao alcoolismo, hipotireoidismo ou diabetes. Se a frequência de suas câimbras está incômoda, e consome as fontes de magnésio e potássio de acordo, informe ao seu médico, para realizar os exames de acordo. É possível que esteja desenvolvendo um quadro mencionado acima, e ainda não tenha percebido.

Quais são as causas?

Sejam elas noturnas ou não, as câimbras possuem algumas causas bem evidentes. Fique atento a elas para não ter nenhum tipo de transtorno, não importa o momento. As principais causas são:

  • Uso excessivo dos músculos.
  • Exposição a baixas temperaturas, especialmente na água fria.
  • Outras condições médicas, tais como problemas de fluxo de sangue, doença renal e esclerose múltipla.
  • Estar de pé sobre uma superfície dura ou estar sentado por um longo período.
  • Estar desidratado, o que significa que seu corpo tenha perdido muito líquido, inclusive para os músculos.
  • Tomar certos medicamentos, como antipsicóticos, pílulas anticoncepcionais, diuréticos e esteroides.

Se você acha que um medicamento está causando câimbras musculares, antes de tomar outra dose, ligue para o médico que receitou o medicamento. Ele pode ser interrompido, alterado ou a dose poderá ter de ser ajustada.

Cãimbras podem atingir não apenas a região das pernas, como também abdômen, pescoço, mãos e pés. Nestes casos específicos, é mais comum que sejam relacionados às causas acima, em intensidade menor. O que populariza, e ao mesmo tempo preocupa, a maior parte do público, é quanto a cãimbra na perna.

A cãimbra na perna

Notícia Diárias Para Quem Não Tem Tempo

É um dos tipos mais comuns de câimbras, e cuja causa mais comum é justamente o excesso de exercícios. Mas existem alguns outros pontos que devem ser levados em conta nesse tipo em específico, para evitar problemas sem saber suas causas.

  • Uso de diuréticos por longos períodos de tempo. Como eles são responsáveis por expelir minerais importantes também, seu uso por muito tempo acaba por eliminar nutrientes importantes.
  • Além do magnésio e do potássio, a falta de nutrientes como cálcio e sódio também podem aumentar a possibilidade de câimbras na região. Na verdade, é mais comum que as cãimbras na perna sejam mais por falta desses últimos nutrientes do que potássio.

Existem ainda outros quadros bem específicos para as cãimbras, relacionados a idade e fatores corporais específicos, que vamos mostrar a seguir.

a) Idosos

Pessoas acima de 60 anos possuem mais propensão a sofrer cãimbras na pernas não apenas a própria idade em si, mas pela possibilidade de doenças relacionadas a circulação sanguínea na região. Mais especificamente, aterosclerose, em que os vasos que irrigam a musculatura das pernas são obstruídos pelo excesso de colesterol ruim.

b) Quadros clínicos

Existem diversos tipos de doenças que, pela diminuição de nutrientes, podem levar a rápidos casos de cãimbras, mas uma em específico pode ser ainda mais perigosa. Pessoas com tétano podem ter cãimbras espontâneas, o que torna o quadro ainda mais complicado de lidar. Como o próprio tétano precisa ser tratado, é essencial dar foco em seu tratamento, para não ser levado a óbito.

c) Gestantes

É algo comum para mulheres grávidas, nos meses mais avançados de gestação, terem alguns problemas por cãimbras nas pernas. Isso acontece devido ao aumento de peso com o bebê na barriga, aumentando o peso nas pernas, e por consequência, nas alterações com a circulação sanguínea.

É importante que, para evitar a possibilidade desses problemas em estágios avançados e importantes da gravidez, a gestante realize exercícios físicos e de relaxamento muscular que tornem a região mais resistente e propícia para sustentar sua criança sem causar problemas a si própria.

Existem muitas atitudes simples a se fazer para evitar cãimbras. E quando você as descobre, chega a até ser um pouco constrangedor. Enfim, vergonhas de lado, vejamos o que pode ser feito para não ter cãimbras.

O que é bom para cãimbra?

a) Beba muita água e outros líquidos

Beba de seis a oito copos de água por dia. Isso é suficiente para evitar que os músculos sofram contrações involuntárias. Uma vez que uma das causas da cãimbra é falta de líquido no organismo, manter o consumo de água, o que inclui fontes de alimentos que possuam uma boa quantidade de água em sua composição, é necessário.

b) Limite ou evite bebidas com álcool e cafeína

É importante ressaltar que não se trata de eliminar por completo, mas sim diminuir a um ponto que não leve a quadros de cãimbras, principalmente as noturnas. A razão para isso é que tanto as bebidas alcoólicas, especialmente as fermentadas, como altos índices de cafeína atuam como diuréticos no organismo.

Quando consumidos em excesso, eles drenam fontes de líquido importantes no organismo, o que inclui na musculatura. Para saber como está a sua hidratação, analise não apenas a alimentação como o estado de sua urina. Isso mesmo: pela coloração da urina, você vai saber o quanto está se cuidando nessa parte.

c) Certifique-se de que você está comendo alimentos saudáveis

Buscar boas fontes de potássio, magnésio, cálcio e sódio são essenciais para evitar cãimbras. Apesar do potássio ser o mais exaltado nessas horas, é interessante buscar as fontes de outros alimentos do tipo, que são tão importantes quanto, e até mais eficientes. Vejamos em separado a seguir.

Potássio

  • Abacate
  • Uva-passa
  • Beterraba
  • Aveia
  • Molho de tomate

Magnésio

  • Iogurte natural sem gordura
  • Banana
  • Amêndoas
  • Amendoim
  • Mandioca
Mais Sobre Este Assunto

Como Aliviar Cãibras Noturnas em um Instante?

Sódio

  • Queijo branco
  • Arroz
  • Café em grão
  • Farinha de soja
  • Frutos do mar

Cálcio

  • Leite
  • Espinafre
  • Quiabo
  • Folhas de mostarda
  • Caruru

Um detalhe curioso: embora estejam discriminadas em fontes, a maior parte dos alimentos mencionados acima possuem a maior parte dos mesmos nutrientes, com uma quantidade mais expressiva de um do que outros. Com isso em mente, você pode trabalhar suas deficiências com maior direcionamento.

d) Alongue seus músculos todos os dias,

Fundamental para evitar qualquer tipo de distúrbio muscular, e ter melhor qualidade em seus exercícios. E ao contrário do que pode parecer, alongar os músculos é algo necessário não apenas para suas atividades físicas na academia ou ar livre, mas para processos simples no dia a dia.

Pense que, mesmo em período de trabalho, você está constantemente trabalhando seus músculos, mesmo que de forma moderada, inclusive quando fica longos períodos sentado.

Ao acordar, faça alongamentos leves, focando sobretudo nos músculos mais trabalhados ao longo do dia. E antes de dormir, faça um alongamento um pouco mais prolongado, seja para relaxar os músculos, seja para criar uma memória corporal de que é o momento para descansar. Depois dos exercícios isso é mais prático ainda.

e) Não aumente de repente a quantidade de exercício

Existe uma razão muito simples e importante para não realizarmos atividades físicas mais pesadas, como algum esporte e séries mais pesadas na academia, sem acompanhamento médico. Além de causar riscos ao seu sistema cardiovascular, o excesso de exercícios pode causar lesões graves aos músculos, precedidas de cãimbras. Caso sofra desse mal e sua alimentação e cuidados estejam em dia, considere diminuir o ritmo de exercícios até se sentir confortável para avançar.

f) Tomar um suplemento multivitamínico diariamente.

Essa é uma sugestão viável para casos de deficiência nos nutrientes que podem levar a cãimbras. Suplementos multivitamínicos precisam ser indicados por médicos, uma vez que o consumo em excesso pode causar efeitos colaterais graves ao corpo. Antes de usar um suplemento, considere se a possibilidade é realmente necessária, e busque auxílio clínico.

Cãibras noturnas são mais comuns em pessoas com mais de 50 anos de idade.

E se câimbras musculares continuam voltando?

Converse com seu médico se você tem câimbras musculares que sempre voltam. Sua frequência acima do normal pode ser um sintoma de problemas como a síndrome das pernas inquietas, por exemplo. Se as câimbras continuam voltando, incomodam muito ou interferem no seu sono, o médico pode prescrever medicamentos que relaxem os músculos.

Remédio para câimbra viável

Existem algumas alternativas boas para cuidar das cãimbras através de medicamentos naturais, ou apenas práticas que tornem o processo menos doloroso. Vamos conferi-los a seguir, para que no momento que senti-las, possa buscar uma saída prática até realizar os tratamentos de acordo. Você pode usar as sugestões a seguir como prevenção ou para agir diretamente.

Chás

Beber chás com regularidade previne o surgimento de cãimbras, não apenas pelas propriedades terapêuticas que eles trazem, como pela função mais básica, de filtrar o corpo. Especificamente para cãimbras musculares, sobretudo nas pernas, o ideal é buscar alternativas entre as seguintes.

  • Camomila
  • Erva-cidreira
  • Tília
  • Hortelã

Beber até duas xícaras diariamente vai ajudá-lo a prevenir as tensões. É bem fácil de fazer: ferva a água, suficiente para uma xícara, adicione um pouco de uma das ervas mencionadas acima, em talos ou folhas, e deixe a infusão tampada por cerca de 10 minutos. Beba morno.

Ad

Notícia Diárias Para Quem Não Tem Tempo

Compressa Quente e Compressa fria

Caso já esteja sofrendo com as cãimbras, o ideal é buscar por saídas que relaxem diretamente os músculos. Uma compressa quente ajuda a estimular a circulação sanguínea, o que por consequência diminuem os efeitos da musculatura rígida e acelerar o processo de recuperação.

A compressa fria, por sua vez, ajuda a prevenir a chance de cãimbras, já que eles relaxam os músculos e tiram a tensão de processos longos. Contudo, use apenas caso faça exercícios físicos com frequência, e após os mesmos.

Tanto para a compressa quente, como para a compressa fria, mantenha por no máximo 10 minutos.

Sucos

Outra forma muito eficiente de prevenir o surgimento de cãimbras são através de sucos cujas propriedades protegem e estimulam a musculatura, de forma que suas funções sigam ainda melhores.

As melhores opções de suco incluem os seguintes sabores.

  • Morango – Fonte excelente de potássio e vitamina C. Combinando com castanhas, pode ser um meio excelente de nutrir o corpo antes de atividades físicas.
  • Maçã – Além de conter bastante água em sua composição, é uma ótima fonte de magnésio. Para ter um suco saboroso e nutritivo, você pode combinar com mel e gengibre, trazendo ainda mais nutrientes.

Banana – aqui não seria exatamente um suco, mas sim uma vitamina, para ser combinada com leite. Combinando magnésio, potássio e cálcio, é excelente para beber no café da manhã.

O que posso faço no momento que tenho cãibras noturnas?

caibras_noturnas

 

Quanto às cãimbras noturnas, existem algumas práticas muito simples para lidar com elas, seja para prevenir ou para agir no momento em que senti-las. Além dos fatores comentados acima, considere detalhes como a posição em que dorme, ou até mesmo se está bem aquecido ou não. Acredite, isso pode fazer bastante diferença.

Vejamos o que pode fazer para lidar com as cãimbras noturnas.

  • Tente relaxar o músculo e estique a área afetada. Por exemplo, se for a batata da perna, estique a perna, tente alongar segurando a ponta do pé e puxando para a direção do corpo.
  • Você pode ser capaz de aliviar a câimbra caminhando, sacudindo seu pé ou massageando a perna.
  • Banhos quentes podem ser úteis para relaxar os músculos e estimular a circulação sanguínea.
  • Como alternativa, a aplicação de um pano com gelo também mostrou ter benefícios. Fontes de magnésio, como nozes, são úteis.

Como é possível perceber, as cãimbras são simples de aliviar e prevenir com uma combinação certeira entre boa alimentação, exercícios constantes e cuidados básicos com o próprio. Não deixe de investir bem em sua saúde, para que casos como esses não tornem seu dia a dia mais complicado. Até a próxima!

Leave A Reply

Your email address will not be published.