Take a fresh look at your lifestyle.

Saiba Tudo Sobre o Câncer de Fígado

0

O câncer de fígado, ou câncer hepático, pode ser dividido em duas categorias. A primeira é primário que se desenvolve a partir do próprio fígado e acontece com mais frequência. Um dos exemplos desse tipo, e que é mais grave e mais comum, costuma ocorrer em 80% dos casos e denomina-se hepatocarcinoma ou carcinoma hepatocelular. Fazem parte também os tumores chamados colangiocarcinoma (que acomete os ductos biliares dentro do fígado), angiossarcoma (tumor do vaso sanguíneo) e o hepatoblastoma. Os tumores secundários, ou seja, o que são originários de outros órgãos e depois vão para o fígado costumam ocorrer com menos frequência.

Segundo o INCA (Instituto Nacional de Câncer), em 2013 foram registrados 8.722 casos da doença, sendo que 5.012 foram homens e 3.759 eram mulheres.

Causas do câncer de fígado

As causas do câncer de fígado dependem muito do tipo de tumor que o paciente apresentar. Conheça três tipos:

1) Hepatocarcinoma

Quem apresenta esse tipo de tumor, na maioria das vezes, também está com cirrose hepática (a porcentagem é de 50%). A cirrose está associada ao consumo demasiado de álcool ou à hepatite crônica. No caso da hepatite, o vírus B e C se relacionam com o desenvolvimento do câncer de fígado.

Esse tipo de tumor também pode ser contraído pela ingestão de grãos e cereais, que quando mal armazenados contém fungos que produz aflatoxina, uma substância cancerígena.

2) Colangiocarcinoma

O colangiocarcinoma está ligado a inflamações das vias bilares, que acontece por conta de um parasita do aparelho digestivo (clonorchis sinensis), bastante frequente nos países asiáticos e africanos.

3) Angiosarcoma

O outro tipo de tumor que dá origem ao câncer de fígado está associado às substâncias químicas, como o cloreto de vinil, os arsenicais inorgânicos e o Thorotraste (solução de dióxido de tório).

Sintomas do câncer de fígado

Como nos outros tipos de câncer, os sintomas do câncer de fígado podem ser confundidos com doenças mais comuns e menos graves. Porém, se os sinais forma recorrentes é necessário que se procure um médico para os exames necessários. Alguns dos sinais são:

  • Inchaço do abdômen
  • Aumento do fígado
  • Cansaço
  • Perda de apetite
  • Perda de massa muscular
  • Náusea
  • Vômitos
  • Perda de peso
  • Fezes Brancas

Como diagnosticar?

Para a detecção precoce do tipo primário do câncer de fígado é preciso que o médico exclua todas as outras doenças relacionadas ao órgão. Pacientes alcoólatras, que sofrem com hepatite e com hemocromatose devem fazer os exames rotineiramente para rastreamento da doença.

Mais Sobre Este Assunto

Os testes feitos são os de sangue, que medem os marcadores tumorais, a imagiologia com ultrassom e a biopsia hepática.

A imagiologia é o teste inicial para comprovar a doença. Ele pode detectar tumores muito pequenos e pode ser usado também com a tomografia computadorizada.

A biópsia distingue um tumor benigno de um tumor maligno e é usado como uma das alternativas para o diagnóstico de câncer, no entanto, ele não é predominantemente necessário. Outro exame muito utilizado e que costuma detectar pequenos tumores é a laparoscopia.

Tratamentos para o câncer de fígado

O câncer de fígado é um dos mais difíceis de curar, pois ele costuma ser detectado em um nível avançado, quando qualquer tratamento se torna irrelevante.

Por isso, a maioria dos tratamentos se volta para que o paciente consiga ter um tempo maior de vida, mesmo com o tumor em estado já avançado.

A crioterapia, ou congelamento do tumor, a radiofrequência e a terapia da radiação, são usadas para a destruição do tumor ou para aliviar os sintomas por meio de ondas de rádio.

transplante de fígado pode ser uma opção para os pacientes diagnosticados com a doença. A cirurgia é considerada arriscada, porém se obtido sucesso, o paciente pode viver por muito mais tempo.

A quimioterapia pode ajudar a controlar a disseminação do câncer e também aliviar a dor, mas é pouco usada pelos pacientes.

Medicamentos, como Nexavar podem diminuir os sintomas, principalmente aos pacientes que estão no nível mais avançado da doença, lembrando que nesse estágio não há tratamentos padrões e, sim, específicos para cada caso.

Como prevenir?

Quando o fígado está cheio, ele não pode processar toxinas e gordura de maneira eficiente. Há muitos alimentos para desintoxicar o fígado naturalmente ao estimular sua habilidade natural de eliminar resíduos tóxicos do corpo. Leia também os 10 alimentos que ajudam a limpar e deixar o fígado saudável

Veja o Dr. Luiz Szutan falando sobre o câncer de fígado!  (10:05):

Fontes:

https://www.webmd.com/cancer/understanding-liver-cancer-treatment#1

https://www.medicinenet.com/liver_cancer_symptoms_and_signs/symptoms.htm

Leave A Reply

Your email address will not be published.