Take a fresh look at your lifestyle.

Gengibre

0

O Gengibre é uma das raízes mais antigas e mais eficientes do mundo para os cuidados de saúde e alimentação. Com suas origens na Ásia, especificamente na China e Índia, ele tem usos tanto na gastronomia, como na medicina e na saúde como um todo. Pode, inclusive, ser usado para o emagrecimento!

Para quê serve o gengibre?

Suas formas versáteis de uso também permitem aplicações até mesmo fora da alimentação, como na produção de perfumes e cosméticos para o cabelo e barba, por exemplo.

Uma pesquisa realizada na Universidade da Geórgia, liderada pelo Dr. Patrick O`Conor, revelou que o gengibre, além das propriedades mais conhecidas como antioxidante e antiespasmódico, também contém compostos anti-inflamatórios e óleos voláteis com efeitos analgésicos e sedativos, aliviando também dores musculares.

Em resumo, o gengibre pode ser comparado ao alho e outros superalimentos pela versatilidade e a quantidade incrível de benefícios que eles oferecem. Para extrairmos o melhor dele, existem igualmente diversas formas de uso e vantagens que suas propriedades oferecem em vários aspectos do organismo.

Quais as contraindicações do gengibre?

Não é recomendado para pessoas com alto metabolismo ou que possuam algum tipo de sedentarismo, pois as funções termogênicas podem acelerar o organismo de tal forma que pode gerar quedas de pressão.

Também não é recomendado para pessoas que possuam diabetes ou outros problemas de natureza cardíaca. Respectivamente, ela baixa o nível de glicose, o que exige reajustes emergenciais da glicose, como favorece hemorragias e outros processos do tipo.

Conheça os  Benefícios do Gengibre para a Saúde

dicavida gengibre 01

 

Acaba com a Enxaqueca

A enxaqueca é a consequência de alguma inflamação ou dor nos vasos sanguíneos, e um problema constante para quem tem mais propensão a sofrê-las. Por vezes, ela também pode ser um sinal mais claro de outros problemas que estejam passando no corpo.

Os exemplos mais evidentes de enxaquecas ocorrem por decorrência de inflamações no corpo, níveis altos de estresse e a desregulação de alguns hormônios relacionados ao humor e ao autocontrole, como a serotonina, por exemplo.

Um chá com gengibre ajuda a diminuir as enxaquecas graças ao seu efeito calmante e anti-inflamatório, parando as prostaglandinas que causam o transtorno. Em alguns casos também pode acabar com ela de uma vez, graças aos efeitos do gingerol, um componente presente no gengibre com efeitos similares à aspirina.

Vejamos um método simples e muito eficiente para aproveitar o chá de gengibre e tratar dessas enxaquecas.

Modo de Uso: mastigar o gengibre, ou beber como chá

Você pode mastigar diretamente o gengibre. Basta ralar algumas lascas em ralador, com a raiz já descascada. Ou pode ser um chá de gengibre com alguns outros ingredientes é a melhor forma de combater a enxaqueca, já que suas propriedades vão para a corrente sanguínea com mais rapidez. A receita a seguir leva mel e limão.

Ingredientes

  • 1 Pequeno Pedaço de Gengibre
  • 1 Casca de Canela
  • ½ Suco de Limão
  • Mel
  • 1 Litro de Água

Modo de Preparo

  • Em uma caneca, adicione a água, a canela e o gengibre
  • Deixe a água ferver. Quando atingir o ponto de fervura, deixe por mais 10 minutos, e depois, desligue o fogão, tampe, e deixe amornar.
  • Coloque o chá em um recipiente separado, adicione o suco de limão e o mel. Beba ao menos uma vez por dia, até as enxaquecas passarem por completo.

Combate a Artrite

As propriedades anti-inflamatórias do gengibre vão bem além do tratos para a enxaqueca. Além de enfrentar a enxaqueca, ele também protege o organismo de vários outros distúrbios, como a artrite reumática e a osteoartrite, aliviando as dores musculares e principalmente nas articulações. Além de inflamatório, a raiz também é analgésica!

A razão disso, além do gingerol, são os componentes que ajudam a aliviar os nervos responsáveis pelas captações de dores, atuando diretamente nessas terminações. Para conseguir o melhor efeito, o ideal é usá-lo de maneira tópica.

Modo de uso

A pasta de gengibre é a melhor saída para tratar os problemas de artrite e artrose de maneira natural e com os melhores efeitos. Existem exemplares vendidos em casas de produtos naturais, mas também existem uma variação caseira muito prática, como pode ver a seguir.

Ingredientes

  • Pasta de Gengibre
  • 1 Colher de Chá de Açafrão

Modo de Preparo

  • Esquente a pasta, até um aspecto morno
  • Passe na região afetada junto com o açafrão
  • Mantenha o uso duas vezes por dia

Auxilia nos períodos de Cólica Menstrual

Os efeitos analgésicos do gengibre ajudam a amenizar uma das causas de dores mais naturais entre as mulheres. Como cada ciclo e intensidade das dores provenientes da cólica variam de mulher para mulher, o uso da raiz deve ser considerado com cautela.

Isso porque o uso do gengibre na forma de chá, por ir direto para a corrente sanguínea, pode afetar a pressão sanguínea, baixando-a graças aos efeitos termogênicos presentes em suas propriedades. Portanto, o chá de gengibre para esses fins são indicados apenas para as mulheres que sofrem de um ciclo menstrual mais doloroso.

Modo de Uso: cápsulas de gengibre ou gengibre em pó

Além do chá, que pode ser adicionado um pouco de açúcar mascavo, se preferir, outro bom uso da raiz, e que pode ser feito de uma forma a evitar seu lado termogênico, é o pó. Ou ainda, em cápsulas para manter um bom equilíbrio com as outras atividades do organismo.

Se mesmo assim a pressão baixar, é recomendável ir ao médico para saber a quantidade ideal do consumo, ou se ele pode ser mesmo viável para você.

Trata Queimaduras na pele

Além de combater inflamações de forma geral, o gengibre também pode ser utilizado para cuidar de queimaduras leves, de primeiro grau. Para quem voltou da praia e não se protegeu bem ao ficar horas exposto ao sol, pode ser uma ótima saída, ou para aquelas queimaduras leves na cozinha.

Isso também se deve ao gingerol e seus efeitos antioxidantes. Mas aqui, diferente do uso contra enxaqueca, a melhor forma de utilizá-la é através de óleos essenciais, para não agredir a pele.

Modo de Uso

Aqui vai uma dica muito importante: antes de aplicar o óleo essencial, faça os cuidados básicos ou até mesmo os primeiros-socorros em caso de acidentes com queimaduras. Após o devido tratamento das mesmas, aplique um pouco do óleo na área afetada, e deixe por alguns minutos. Faça uso do óleo ao menos uma vez por dia, preferencialmente à noite, até que a queimadura suma por completo.

Caso a queimadura permaneça, ou comecem a surgir manchas na pele, o recomendado é ir um médico, de preferência um dermatologista no lugar de um clínico geral. As causas podem ser efeitos colaterais do uso do gengibre surgiram, ou pode ser algum tipo de alergia ou ainda doença não identificada.

Reduz dores e inflamações gerais

Com os efeitos anti-inflamatórios, analgésicos e antioxidantes, fica fácil considerar o gengibre, junto a outros alimentos do tipo, como uma forma eficaz e tranquila de tratar dores e inflamações generalizadas até seguirem para um tratamento específico.

Contudo, é muito importante usar o gengibre com cautela! Como também mencionamos acima, as propriedades termogênicas da raiz, quando não são devidamente equilibradas, podem acelerar o metabolismo de uma forma nada agradável, além de baixar a pressão. Se você faz atividades físicas, seu uso deve ser ainda mais controlado.

Modo de Uso

Para dores musculares e generalizadas, a solução mais adequada é a pasta de gengibre, para conter possíveis inflamações e diminuir inchaços, como já mostramos mais acima. Para dores internas, utilize o chá a seguir.

Ingredientes

  • Raiz de Gengibre
  • 1 Litro de Água
  • Gotas de Limão
  • Mel

Modo de Preparo

  • Ferva a Água
  • Quando atingir o ponto de fervura, adicionar o gengibre já descascado e fatiado
  • Após colocar na caneca, tampe. Desligue o fogo, e deixe por cerca de 15 minutos.
  • Coe o chá, adicione algumas gotas de limão, o mel, e beba.
  • Repita o procedimento duas vezes ao dia, até a dor sumir.

Estimula o apetite

Buscar meios viáveis e eficientes de estimular o apetite não costuma ser uma das tarefas mais fáceis, ou animadoras de fato. Felizmente, o gengibre se mostra um aliado muito eficaz não apenas para aumentar a vontade de comer, como para outros efeitos relacionados a alimentação que veremos mais adiante.

O gengibre promove vários estímulos ao sistema digestivo. Graças aos seus efeitos diuréticos, ele incentiva o metabolismo no organismo, o que também facilita o apetite, já que o corpo não acumula gorduras ruins.

Contudo, cabe lembrar que esse apetite despertado só funciona de verdade com alimentos saudáveis, certo? Nada de abusar com opções calóricas, que no final deixarão você ainda mais estufada do que o habitual.

Modo de Uso

O chá de gengibre puro é a melhor opção para utilizar a raiz com o objetivo de estimular o sistema digestivo. É recomendável que beba algumas horas antes da refeição, para que os efeitos sejam melhores e não afete a refeição propriamente dita. Por fim, a receita do chá é válida tanto para este benefício, como o próximo e o último a seguirem. Veja como preparar.

Ingredientes

  • Raiz de Gengibre
  • 1 Litro de água

Modo de Preparo

  • Ferva a água
  • Descasque e fatie o gengibre. Quando a água estiver próxima de atingir o ponto de fervura, coloque as fatias.
  • Tampe a panela, desligue o fogo, e deixe por 15 minutos.
  • Coe o chá, e beba após as refeições.

Facilita a Digestão

Além de sua característica diurética, o gengibre conta com fibras que ajudam na produção de bile, saliva e a regular o suco gástrico, melhorando as atividades do estômago, vesícula e intestinos como um todo.

Com o consumo constante, seja na forma de chá ou como tempero, o gengibre também auxilia em outro processo de grande importância para o corpo, o de absorção de nutrientes. Isso se deve principalmente a vitamina B6, presente na raiz.

Ela, somada às propriedades termogênicas do gengibre, torna o corpo muito mais ativo depois das refeições, conhecidas pela leseira. E até mesmo nesse ponto, ele se prova uma ótima opção, por reduzir a produção de gases estomacais e flatulências.

Modo de Uso

O chá de gengibre, mostrado acima, é a melhor opção de uso para resolver os problemas do intestino. Outra opção interessante é o pó de gengibre, que pode ser consumido com água após a refeição.

Você pode comprar o pó de gengibre se preferir, utilizando a receita mais acima como uma forma de absorver seus benefícios. Mas caso tenha a raiz em casa, pode seguir a receita que vamos oferecer adiante. É uma receita bem simples, mas que vai demandar um pouco mais de tempo.

Ingredientes

  • 2 Raízes de Gengibre

Modo de Preparo

  • Descasque as raízes, e cortes em lascas pequenas e finas. Se preferir, pode usar um ralador com a opção de lascas, como os de saladas, para agilizar e variar o trabalho.
  • Tampe, e guarde em local limpo e fresco, e deixe secar. Em média, ele leva 7 dias para ficar totalmente seco. Caso bata antes, ele pode virar uma pasta, ao invés de uma farinha, o que é válido dependendo da receita.
  • Após secos, bata as lascas de gengibre em um liquidificador até ficarem ao ponto de pó. Devidamente guardado em um recipiente de vidro, ele pode durar até 6 meses, o que é ótimo para tempero de saladas e carnes, como parte do chá, ou para a mistura já mencionada anteriormente.

É o Melhor Aliado contra Gripes e Resfriados

Um dos usos milenares do Gengibre é no trato de resfriados e gripe, principalmente na ásia. Suas propriedades antifúngicas, antivirais e calmantes ajudam a aliviar e proteger o organismo dos responsáveis pela doença.

O gingerol brilha aqui. É ele quem possui suas propriedades anti-inflamatórias, termogênicas e antimicrobianas. Embora o chá seja a melhor forma de combater o resfriado, as lascas utilizadas em saladas e receitas no dia a dia é que vão prevenir as doenças.

Também pode ser facilmente usado para casos moderados de febre, induzindo o corpo a transpirar e expelir o calor que a condição causa, e amenizar ou acabar totalmente como os sintomas de resfriados e gripes.

Modo de Uso

O chá de gengibre mostrado no benefício 1 é a melhor opção para usar em casos de resfriados. Nesta condição específica, você não precisa incluir a canela, embora seus efeitos possam ser potencializados com o uso da mesma.

Previne o Câncer

Uma das descobertas mais recentes quanto ao uso de gengibre para a saúde é a prevenção contra o câncer. Entre os tipos mais efetivos que a raiz consegue proteger, estão os seguintes:

  • Cólon
  • Ovário
  • Mama
  • Pulmão
  • Pâncreas
  • Próstata
  • Carcinoma da Pele

Esta prevenção se dá na forma dos efeitos dos fitonutrientes presentes no gengibre. O processo, conhecido como apoptose, matando as células cancerígenas sem mexer nas células saudáveis. Sua aplicação também pode ser feita durante o tratamento de câncer, aliviando os efeitos da quimioterapia.

Outro processo que o gengibre estimula, tanto na renovação celular como na prevenção do câncer, é na autofagia. Aqui, as células são levadas a autodigestão, renovando-se naturalmente. Esse processo também está relacionado a seus fatores diuréticos, o que é excelente para manter-se em forma, como veremos adiante.

Modo de Uso

Você pode usar o gengibre de duas formas para conseguir estes benefícios: a primeira é utilizando como tempero para saladas, ralando a raiz em pequenos pedaços. A outra forma é em seu pó, que iremos mostrar a seguir.

Ingredientes

  • 1 Colher de Chá de Pó de Gengibre
  • 1 Copo d’ água

Modo de Preparo

  • Misture o pó com a água até que fique bem homogêneo
  • Beba em jejum.

Gengibre tem tudo a ver com emagrecimento!

Este é um dos melhores usos do gengibre, sobretudo para quem pratica exercícios com o objetivo de perder peso. O estímulo ao metabolismo visto anteriormente, além dos efeitos diuréticos e estímulos ao sistema digestivo como um todo, são suficientes para auxiliar no emagrecimento.

Mas tenha cuidado: com tantos benefícios que favorecem a perda de peso, seu uso deve ser moderado para pessoas que já estão no peso certo, para que os efeitos termogênicos não diminuam ainda mais o peso, ou ainda levar a efeitos mais graves, como ansiedade e taquicardias causadas pela aceleração do corpo..

Na verdade, o gengibre não é recomendado para quem já está abaixo do peso, para que não cause problemas como queda de pressão, por exemplo. Para saber a quantidade ideal, é muito importante buscar um auxílio médico.

Modo de Uso

O chá de gengibre utilizado para estimular o apetite, visto mais acima, é a melhor forma de uso. Se preferir, pode optar pelo pó de gengibre visto no tópico anterior. Ou ainda, pode fazer como parte do tempero da salada, ralando a raiz.

As vantagens oferecidas são variadas o suficiente para que tenha uma boa qualidade de vida. Seja como um tempero diferenciado, ou como um chá, se consumido nos momentos certos, deixarão você saudável o bastante para muitas atividades.

Busque variar o cardápio, tanto para equilibrar o uso, como ter variações o bastante para não se enjoar da raiz. O gengibre tem um sabor impactante, e pode tirar facilmente o sabor de outros alimentos se estiver muito exagerado.

Mas não deixe de alinhar com outras atividades essenciais e tão importantes quanto o consumo do gengibre, para que sua vida seja de fato plena. A moderação no uso também é ideal, seja para manter um corpo equilibrado, como evitar os efeitos colaterais relacionados a pressão arterial, seja para os efeitos de aceleração do corpo.

Diga nos comentários quais efeitos do gengibre foram mais evidentes em você e até a próxima!

Confira também: Limonada com Pepino, Hortelã e Gengibre – Perca 2.5kg em 5 Dias

Veja mais sobre o gengibre neste vídeo super interessante (1:15):

https://www.youtube.com/watch?v=jXOtOjrDe18

ginger.aspx?activeingredientid=961

Leave A Reply

Your email address will not be published.