Take a fresh look at your lifestyle.

Magnésio e seus benefícios.

0

O magnésio é um mineral essencial para nosso organismo, a falta dele afeta  muito a saúde. Você pode obtê-lo a partir de diversos alimentos, tais como nozes, sementes de abóbora, sementes de girassol, avelãs,  amêndoas, frutas secas, espinafre, salmão, soja, castanha do Pará, amendoim, quinoa,  água mineral , chocolate, grão de bico ou pão entre outros.

Especialistas afirmam que o magnésio combate a ansiedade, fobias, tiques, estresse e depressão. Ele relaxa os músculos do corpo e também atua sobre o sistema nervoso.

Veja a lista de 10 benefícios incríveis de magnésio para saúde

Gravidez

Na gravidez ele aumenta a tolerância à dor fazendo com que o parto seja mais fácil e tranquilo, também ajuda a reduzir os riscos de osteoporose e ajuda na circulação do sangue diminui o inchaço.

Perda de peso

Este mineral promove a regulação do metabolismo do açúcar, essa regulação faz com que se evite o acumulo de gordura.

Quando o corpo está bem nutrido com todos os nutrientes necessários para funcionar ele fornece uma sensação de saciedade, fazendo com que a pessoa perca peso.

A deficiência desse mineral pode causar diabetes.

Ganho de massa muscular

Pessoas com baixos níveis de magnésio tem sua disposição reduzida, sentem fadiga e apatia, para quem realiza atividades físicas a energia se faz necessária e o magnésio é responsável por isso. Portanto, os atletas e pessoas que praticam exercícios devem manter níveis adequados desse mineral.

O magnésio aumenta os níveis de testosterona no organismo fazendo com que o ganho de massa muscular seja aumentado.

Ossos e dentes

60% do magnésio presente no organismo se encontra nos ossos, aliado com a vitamina D e cálcio ele é responsável pelo fortalecimento da estrutura óssea do corpo.

Para adolescentes e crianças, o magnésio é extremamente importante, pois o corpo está em crescimento e estruturação óssea.

Bom funcionamento dos intestinos

Notícia Diárias Para Quem Não Tem Tempo

Auxilia na decomposição dos alimentos e ajuda a assimilar os nutrientes para as células, o magnésio ajuda também na produção do ácido clorídrico no estômago e da bile no fígado.

Esse mineral contribui para o bom funcionamento intestinal e evita diversos problemas como indigestão, dores abdominais, vômitos, gases e constipação.

Estimula a produção de colágeno

O colágeno é responsável pela beleza, ele fortalece cabelos, unhas, ossos e cartilagens , o magnésio ajuda a aumentar a produção do colágeno no organismo fazendo com que você fique saudável por dentro e por fora.

Saúde do coração

Ajuda a controlar o coração do estresse muscular, também auxilia  na contração muscular saudável e  mantém o  ritmo normal do coração e  impulsos nervosos saudáveis.

Saúde mental e nervosa

Excelente auxiliar para as crises de enxaqueca, manter os níveis normais alivia as dores e diminui a frequência das crises.

Manter os níveis adequados fará com que sejam aliviados alguns sintomas de ansiedade, estresse, ataques de pânico e agitação excessiva.

Reduz o risco de Câncer

A glutationa  presente no magnésio faz com que o corpo elimine os  metais pesados, produtos químicos ambientais, pesticidas e herbicidas, que consumimos diariamente nos alimentos e produtos que usamos.

Todas essas toxinas  determinam o risco de desenvolvimento de câncer e o magnésio ajuda a eliminá-los do nosso corpo.

Sono tranquilo

O sono é uma das funções do nosso organismo mais importantes, ele é responsável por restabelecer a energia que gastamos durante o dia. O hormônio responsável por isso chama-se  Melatonina.

O magnésio regula a produção desse hormônio fazendo com que tenhamos um descanso mais longo e de melhor qualidade.

O magnésio muitas vezes não é levado muito em conta quando se fala dos nutrientes que o corpo precisa para se manter saudável. Porém, ele tem uma importância em um nível mais profundo do que outros nutrientes mais “populares”, como a Vitamina C, Vitamina A e Ferro, pois ele atua nos processos realizados pelas enzimas e, estas por sua vez auxiliam em processos muito importantes do corpo.

Previne a audição e zumbido

Em 1994, foi realizado um estudo pelo Instituto de Pesquisas de Riscos ao Ruído na sede de Israel, em que os cientistas relataram que a suplementação com magnésio poderia reduzir significantemente a perda de audição entre jovens e adultos expostos a sons altos durante treinamentos militares. No entanto, no estudo foi usado o aspartato de magnésio, ao invés do citrato de magnésio, de acordo com o Medical Center da Universidade de Maryland, não existem outros estudos adicionais que possam apoiar a utilização de qualquer forma de magnésio para a prevenção da perda de audição ou para o tratamento do zumbido.

Alguns medicamentos homeopáticos para o zumbido contém citrato de magnésio, mas o composto é frequentemente listado como um ingrediente inativo. Nós, da Biosom, pesquisamos e selecionamos alguns alimentos ricos do elemento.

12 alimentos ricos em magnésio que você poderá consumir:

dicavida-magnesio-1-min

Espinafre

O Espinafre é uma das fontes mais ricas de sais minerais e o magnésio não fica de fora. Na verdade, uma porção de espinafre cozido, uma xícara para sermos exatos, oferece 157 mg de magnésio, o que é uma quantidade expressiva entre a lista que temos aqui. Com uma porção diária de espinafre, este recurso oferecido pelo nutriente é garantido.

Com uma quantidade diária de espinafre como a recomendada entre duas a três vezes por semana, você ajuda o organismo a regular seu sistema digestivo com muito mais facilidade. A bile do fígado, o estômago e ambos os intestinos podem transformar os alimentos em nutrientes com mais eficiência.

Banana

Além de ser uma fonte rica de potássio, que ajuda a diminuir a possibilidade de câimbras, a banana possui uma fonte tão rica de magnésio quanto o outro mineral. Com apenas uma banana, você já consegue os efeitos que precisa para o organismo.

A quantidade de magnésio na banana, cerca de 27,3 mg, é grande o bastante para vários processos que envolvem o mineral. Além de auxiliar no sistema digestivo, é o magnésio que carrega o potássio pelo sistema sanguíneo, ajudando tanto na criação ATP muscular, e principalmente na contração do músculo cardíaco, onde o potássio atua com ainda mais intensidade.

Feijão

Não é sem motivo quando falam que o feijão é um dos alimentos mais ricos da culinária brasileira. O magnésio presente nele, junto com o ferro, são vitais para o bom funcionamento do organismo. E sendo consumido diariamente, como costuma ocorrer em vários lugares do Brasil, ele garante todos os benefícios do magnésio.

Uma porção regular de feijão, servido devidamente cozido no almoço, garante 68 mg de magnésio, uma das mais altas depois do espinafre.

Milho

Presente em maior frequência nos meios rurais, o milho é outra fonte muito rica de magnésio, com aproximadamente 127 mg do mineral quando ele é bem cozido. Além de magnésio, o milho possui várias fibras e vitaminas, o que torna seu consumo mais regular caso queira maior rendimento sobretudo em atividades físicas.

Com uma quantidade deste tamanho de magnésio, os músculos produzem ATP com mais facilidade. Combinado a outros alimentos que incentivam o metabolismo, o milho pode ser o alimento dos campeões.

Soja

A soja é versátil para quem busca uma alimentação mais saudável e, de certa forma, vegetariana. Quando se trata do magnésio, ela não fica atrás em relação aos outros alimentos desta lista: a cada 100 g de soja consumida, ela gera 87 mg de magnésio.

Para quem prefere comer mais cereais e grãos no café da manhã no lugar do tradicional pão-com-alguma-coisa, a soja é uma ótima sugestão. Dependendo de como foi degustada, ela também pode integrar o lanche da tarde, ou mesmo no almoço, diminuindo a vontade de comer doce. Falando neste aspecto, temos um artigo apenas para estes alimentos que podem tirar este desejo por doce para você.

Figo Seco

Com uma quantidade de magnésio praticamente idêntica ao feijão, com 68 mg, o figo seco pode ser o seu alimento para conseguir os minérios que precisa. O figo seco não é uma fruta muito popular, o que pode dificultar o seu acesso, mas para aqueles que apreciam frutas deste tipo, é uma opção muito valiosa.

Para quem pratica esportes e precisa manter o peso, o figo seco é uma boa fonte de magnésio, pois mantém o nível de ATP dos músculos, além de garantir uma sensação de saciedade sem vir acompanhado de líquidos e nutrientes que acabam aumentando o peso.

Salmão

Carnes em geral não são boas fontes de magnésio. Neste grupo, os peixes e o salmão, em especial, acabam sendo a melhor alternativa, que combinada com outros nutrientes presentes nele, como o ômega-3 e a Vitamina A, garantem boas fontes para seus usuários.

O salmão contém 27 mg de magnésio em uma porção de meio filé. Para ter um melhor proveito da carne do salmão, o melhor é cozinhá-lo em água quente ou assá-lo. Ou se gostar de sushi, pode aproveitá-lo natura mesmo, pois seu sabor é incomparável.

Arroz Integral

Nenhum almoço brasileiro que tenha feijão não fica sem arroz. Sua versão integral, considerada mais saudável, possui uma quantidade pequena de magnésio em comparação a outros alimentos nesta lista, com 44 mg em uma porção de 100 g. Porém, combinado ao feijão, ela se torna uma fonte essencial do nutriente para o corpo.

Notícia Diárias Para Quem Não Tem Tempo

Se pararmos para pensar que variamos uma porção de 200 a 300 g tanto do arroz como do feijão em cada refeição diariamente, temos a fonte mais rica de magnésio disponível hoje. Quando nossa culinária é exaltada pela saúde, não é sem motivo.

Chocolate amargo

Quem diria que uma das fontes mais ricas de magnésio, seria um doce. O chocolate amargo (e exclusivamente ele), graças a sua concentração alta de cacau, possui nada menos do que 327 mg de magnésio em 100 g da guloseima!

Mas pegue leve: embora tentador, não se deve consumir o chocolate em grandes quantidades, pois mesmo que ele possa regular as funções digestivas, o excesso pode causar malefícios da mesma forma. Uma boa forma de aproveitá-lo é com um bom chocolate quente, principalmente em épocas mais frias.

Avelã

Um grão que pode ser combinado com outros alimentos para garantir uma boa fonte de magnésio, incluindo o chocolate amargo, é a avelã. Com 197 mg do mineral para cada 68 g, ele não perde suas propriedades quando não degustado in natura, o que o torna perfeito para integrar algumas receitas, como o Smoothie, por exemplo.

A avelã pode ser muito bem integrada a sua alimentação regular, se aliando a frutas, bebidas mais cremosas, e até mesmo alguns doces, como sorvetes, por exemplo. Apesar de não ser tão acessível quanto outros grãos do seu grupo, ainda assim pode ser uma opção interessante.

Grãos e derivados

Cevada, granola, aveia (grãos inteiros), farelo aveia, arroz integral, farelo de milho, farelo de arroz, farinha de centeio, farelo de trigo, gérmen de trigo, farinha de trigo integral, massas preparadas com trigo integral, cereais instantâneos ricos em fibras (ex. All Bran).

Nozes e sementes (nozes e sementes secas fornecem mais Mg do que as torradas) Sementes de abóbora, girassol, gergelim. Amêndoas, castanhas, amendoim, pistácios, soja, nozes.

Frutas e hortaliças

Abacate, banana, folha de beterraba, beterraba, grão-de-bico, figo seco, feijão ervilha, mandioca (raiz), lentilhas, quiabo, batata com casca, fécula de batata, figo (seco), uva passa, algas marinhas, soja, espinafres, couve.

Outros alimentos ricos em magnésio: A quantidade a cada 100 gramas de magnésio:

  • Sésame 351 mg
  • Sementes de girassol 325 mg
  • Caviar 300 mg
  • Amêndoas 270 mg
  • Pinhas 235 mg
  • Quinoa 197 mg
  • Feijão branco 190 mg
  • Aveia 177 mg
  • Salsa 50 mg

Magnésio pode causar efeitos colaterais?

A suplementação com qualquer forma de magnésio pode causar efeitos colaterais que incluem inchaço, tonturas, diarreia, náusea, vômitos e sudorese incomum. O citrato de magnésio pode interferir a função de certos medicamentos. Evite o uso de qualquer suplemento de magnésio se estiver grávida ou se sofrer de doença renal, cardíaca ou pressão arterial.

Não existem evidências concretas e respeitáveis indicando que a suplementação de qualquer tipo de magnésio possa ajudar a tratar o zumbido. Sempre procure um médico ou um especialista antes de consumir qualquer tipo de medicamento ou suplementação.

Veja também este vídeo que fala sobre os benefícios de magnésio para a saúde (16:45):

Leave A Reply

Your email address will not be published.