Take a fresh look at your lifestyle.

4 Principais Tipos de Manchas na Pele

0

O surgimento de manchas na pele, especialmente brancas, é muito comum e, por vezes, causadas pela falta de pigmentação na pele. Elas podem aparecer em qualquer parte do corpo e variar de tamanho conforme a situação.

Esta condição ocorre muitas vezes devido a diferentes situações climáticas em que a pessoa é exposta, infecções, alergias ou até mesmo uma doença autoimune. As manchas podem ser temporárias ou permanentes e afetam pessoas de todas as raças e sexo.

I) Quais são os tipos de manchas brancas provenientes que podem surgir?

Veja a reportagem sobre o Vitiligo: doença que se manifesta através de manchas brancas no corpo (6:08)

1) Vitiligo

Vitiligo é uma condição hereditária. Neste tipo, a descoloração é causada pela destruição dos melanócitos (células responsáveis para a reprodução da melanina), o que acarreta na aparição de manchas e pontos brancos na pele, porém, a causa exata ainda não é conhecida.

2) Pitiríase Versicolor

Pitiríase versicolor é uma outra condição comum e inofensiva que afeta a cor da pele. Responsável pela maioria das queixas, é causada pelo fungo Malassezia Furfur. As manchas podem ser brancas, vermelhas ou castanhas. Geralmente, as manchas vermelhas e marrons somem mais rápido enquanto, mas as brancas tendem a ficar por mais tempo e em muitos casos são permanentes.

3) Hipomelanose Gutata Idiopática

Com as manchas medindo cerca de dois a cinco milímetros de diâmetro, a Hipomelanose Gutata Idiopática, é característica de uma doença de pele conhecida como asidiopathic hipomelanose gutata. Esta condição é mais comum entre mulheres e pessoas com a pele mais clara. Geralmente, surgem em áreas do corpo expostas ao sol como rosto, antebraços, ombros e pernas.

4) Pitiríase Alba

Este tipo de descoloração costuma afetar mais crianças e adolescentes. É conhecida pelo aparecimento de manchas brancas, escamosas e secas sobre a própria face.

II) Quais são as causas?

Nem todos os tipos de surgimento de manchas brancas na pele possuem uma causa específica. Geralmente, desapontam de forma hereditária ou por meio de exposição ao sol ou a umidade de maneira demasiada, outras causas incluem:

  • Subnutrição
  • Depilação a laser
  • Exposição a bronzeamento artificial
  • Medicamentos hormonais
  • Pílulas anticoncepcionais

III) Existem tratamentos?

Em caso de vitiligo não há uma cura definitiva. O objetivo do tratamento deste tipo consiste em melhorar a aparência da pele por meio de produtos e métodos que camuflam as manchas e induzem a repigmentação, como corticosteroides, fototerapia e enxertos de pele.

Os tratamentos da pitiríase versicolor consistem na utilização de medicamentos antifúngicos, como a terbinafina, clotrimazol e o miconazol. Pode-se utilizar também shampoos que contém em sua composição o sulfeto de selênio, aplicando antes de dormir no local em que a pele foi afetada como forma de loção e lavando bem na manhã seguinte.

O problema é que não importa o tratamento, as manchas podem voltar facilmente, por isso todas as roupas de dormir e lençóis de cama devem ser devidamente lavadas e trocadas para evitar recorrências. Se os sintomas persistirem após estes tratamentos por pelo menos duas semanas, deve-se consultar um dermatologista.

O tratamento para a pitiríase alba envolve lubrificação diária do local afetado com um bom hidratante, especialmente quando a pele estiver úmida ou molhada. Mesmo sem utilizar nenhum tratamento, as manchas irão desaparecer sozinhas com o tempo embora possa demorar alguns meses ou anos.

IV) Tratamentos Caseiros

oleo de coco

  • Óleo de coco

O óleo de coco é um calmante para a pele e não só combate os fungos, bactérias e inflamações, como também estimula um novo pigmento. Ele deve ser aplicado de duas a três vezes ao dia por pelo menos duas semanas.

  • Gengibre

O tratamento com gengibre é utilizado no caso de vitiligo e ajuda a aumentar a circulação sanguínea. Apenas coloque o gengibre fresco em uma pequena área e deixe descansando até que seque por completo. Beber o suco da raiz do gengibre também pode ajudar no tratamento assim como as folhas de hortelã.

  • Babchi

Esta semente ajuda a reduzir a hipopigmentação, deve ser aplicado na pele como um óleo, em seguida deve ser exposto ao sol durante 15 minutos. Outro método é mergulhar as sementes no suco de gengibre durante três dias, deixar secando ao sol, triturar até virar pó e beber aproximadamente um grama por dia com um copo de leite por 40 dias.

  • Ginkgo Biloba

A Ginkgo Biloba é uma erva muito popular. Ela estimulará o sistema imunológico e ajudará a reduzir as manchas, induzindo um novo pigmento. O uso recomendável é de quarenta a oitenta miligramas três vezes ao dia.

Leave A Reply

Your email address will not be published.