Take a fresh look at your lifestyle.

Queimação na Garganta: O que Pode Ser?

0

Quem sofre de queimação na garganta sabe bem como é um sintoma desconfortante, impedindo a ingestão de alimentos, falar com naturalidade e levar o dia-a-dia de forma normal. Saiba que há muitas causas que podem levar a queimação na garganta, que incluem desde a ingestão de alimentos muito quentes até doenças mais sérias.

Confira agora as causas, os sintomas, o que fazer quando há queimação na garganta e como prevenir novos episódios deste problema:

Quais são as causas da queimação na garganta?

queimação na garganta dicavida 01

A queimação na garganta pode ter causas variadas como:

  • Ar frio e seco (que deixa a garganta irritada, vermelha e seca).
  • Ingestão de alimentos e bebidas muito quentes e picantes (que podem causar sensação de ardência).
  • Uso de álcool e fumo (que causam irritação da garganta).
  • Indigestão (má absorção dos alimentos).
  • Forçar muito tempo a garganta (como, por exemplo, tossir muito, gritar, falar ou cantar por um longo tempo sem preparo da voz).
  • Respirar pela boca (como, por exemplo, pessoas com problemas de apnéia do sono que dormem de boca aberta, ressecando e irritando a garganta).
  • Infecções virais e crônicas (como gripes, resfriados, pneumonia e tuberculose).
  • Alergias (reação alérgica a certos alimentos ou poluentes, fumaça de cigarro, ácaros, mofo, poeira, pêlos de animais, etc).
  • Inflamações (como das amígdalas, faringe e laringe).
  • Azia ou refluxo gastroesofágico e esofagite (quando o ácido do estômago retorna ao esôfago, chegando até a boca).
  • Uso de certos medicamentos orais (que podem deixar um gosto ruim e ardência na garganta).
  • Cirurgia recente na garganta (como, por exemplo, retirada das amígdalas).
  • Gravidez (que pode enfraquecer o sistema imunológico, deixando a mulher mais suscetível a infecções na garganta).

Quais são os sintomas da queimação na garganta?

Notícia Diárias Para Quem Não Tem Tempo

Os principais sintomas da queimação na garganta é sentir ardência, irritação e boca amarga, que, dependendo da causa, muitas vezes pode vir acompanhada de tosse, náusea, coriza, entupimento do nariz, dor de cabeça, dificuldade de engolir, febre e inchaço dos gânglios linfáticos.

O que fazer quando há queimação na garganta?

O tratamento da queimação na garganta pode se dar através de medicamentos prescritos pelo médico ou caseiros, que são naturais. Seguem alguns exemplos:

1) Antiácidos:

Como, por exemplo, os a base de magnésio, zinco, sódio, cálcio e alumínio, que neutralizam o ácido do estômago e devem ser usados em um curto período de tempo, já que podem causar hipertensão, constipação e inchaços.

2) Cimetidina:

Medicamento que inibe a secreção do ácido gástrico (consulte um médico antes de utilizá-lo).

3) Omeprazol e similares:

Medicamento que inibe as bombas de prótons que reduz o nível da acidez estomacal (consulte um médico antes de utilizá-lo).

4) Sprays e pastilhas para garganta:

Reduzem a irritação e dor na garganta e possuem propriedades antibióticas.

5) Bicarbonato de sódio:

Dentre seus inúmeros benefícios para a saúde, o bicarbonato de sódio neutraliza o ácido estomacal, podendo ser utilizada meia colher de chá e misturado com água. Beba esta mistura por até uma semana.

6) Gargarejo com água morna e sal:

Para limpar a garganta e melhorar sua mucosidade, faça este gargarejo 3 vezes por dia, utilizando meia colher de chá de sal e uma xícara de água morna.

7) Plantas medicinais:

Ajudam contra a acidez estomacal, como, por exemplo, chá de boldo do Chile, aloe vera, camomila, couve, erva-cidreira e alcaçuz.

8) Gengibre:

Remédio natural que trata resfriados e seus sintomas, como a queimação na garganta, podendo ser ralado e colocado nas refeições principais ou usado em pedaços na forma de chá.

9) Alho:

Considerado um antibiótico natural, que limpa o muco da garganta e trata doenças virais e bacterianas. Esmague 3 dentes de alho ferva-o em meio copo de água, tomando-a de 2 a 3 vezes por dia.

Notícia Diárias Para Quem Não Tem Tempo

É importante dizer que, se a queimação na garganta persistir, procure um médico para avaliar melhor o seu caso e evitar uma situação mais grave.

Queimação na garganta durante a gravidez

Na gravidez, o sistema imunológico pode ficar mais enfraquecido, deixando a mulher com maior probabilidade de contrair uma infecção na garganta. Além disso, neste período, devido ao excesso de peso, ocorre uma pressão maior no estômago, que pode desestabilizar o ácido gástrico, levando ao refluxo e à queimação na garganta.

Dessa forma, deve-se realizar sempre um acompanhamento médico para evitar estes e outros desconfortos que podem surgir durante a gravidez.

Como prevenir novos episódios de queimação na garganta?

Para prevenir novos episódios de queimação na garganta, siga estas dicas:

  • Não consuma condimentos, alimentos picantes, gordurosos, frituras e derivados do leite, que aumentam a produção do ácido do estômago e deixam a mucosidade da garganta mais espessa.
  • Evite frutas cítricas, como o limão e laranja.
  • Não fume e não ingira bebidas alcoólicas, pois ressecam e irritam a garganta, além de aumentar a produção de ácido gástrico.
  • Não deite após as refeições, para impedir que o ácido gástrico retorne ao esôfago.
  • Tenha uma dieta equilibrada para fortalecer o sistema imunológico, ingerindo mais alimentos ricos em vitamina C e zinco, como brócolis, tomate, batatas, bananas, frango, peixes e abacate.
  • Evite se expor à agentes que causam alergias, como poeira e outros poluentes, pêlos de animais, mofo, etc.

Fonte:

http://www.newhealthadvisor.com/Burning-Sensation-in-Throat.html

Leave A Reply

Your email address will not be published.