Take a fresh look at your lifestyle.

TSH, T3 e T4 – Exames que Avaliam a Tireoide

0

A tireoide é uma glândula localizada na região do pescoço. Sua principal função é produzir os chamados hormônios da tireoide, que tem grande relevância para o funcionamento do corpo, já que aumenta a atividade celular e regulam o metabolismo. As alterações desses hormônios podem ser causados pelo nível de produção do hormônio (muito, ou pouco), o aumento do crescimento da tiroide e a formação de nódulos, que podem ser benignos ou causar câncer. Esses problemas são diagnosticados basicamente através dos níveis do T4, T3 e do TSH (hormônios da tireoide).

TSH

O TSH, ou o hormônio estimulante da tireoide, é  conhecido também como tirotropina. Ele é produzido pela glândula pituitária que responde aos sinais do hipotálamo, uma glândula no cérebro. O TSH estimula a produção de hormônios da tireoide e quando necessário também estimula a diminuição dessa produção. Isso  mantém os níveis de hormônio em equilíbrio no sangue.

Quando o corpo não apresenta problemas, os valores normais que devem ser encontrados no corpo são de 0,4 até 4,5 mU/L de TSH.

Porém, quando esse hormônio apresenta algum tipo de irregularidade, suas causas podem estar ligadas às:

  • Disfunção da tiroide (hipotiroidismo- alto nível de TSH).
  • Disfunção tireoide (hipertireoidismo- baixo nível de TSH)
  • Danos à glândula pituitária, que o impede de fazer TSH
  • Gravidez durante o primeiro trimestre.

T3 e T4

São dois hormônios (criados pela tireoide)  formados em conjunto com a tirosina (aminoácido).

Chamados de triiodotironina (T3) e tiroxina (T4) eles atuam em todas as células do organismo com o objetivo de regular o metabolismo, transformando oxigênio, calorias  e glicose em energia. Ou seja, são eles que ditam o ritmo do nosso metabolismo. Quando muito produzidos, o metabolismo tende a acelerar e quando pouco produzidos o metabolismo se torna mais lento.

Diferenças entre o T3 e o T4

  • Cerca de 80% dos hormônios produzidos são T4, apenas 20% são T3
  • O T3, no entanto, é mais potente que o T4
  • O T3 tem origem no T4, que é considerado um pré-hormônio
  • O T4 livre é a parcela que pode dar origem ao T3, sendo este apenas 1% encontrado no corpo.

Notícia Diárias Para Quem Não Tem Tempo

Quando em estado ideal, a dosagem do T4 livre sanguíneo nos dá a noção da quantidade de hormônio da tireoide em circulação. Quanto mais T4 livre no sangue, maior será a produção de T3 nos órgãos, o que poderá resultar no hipertireoidismo. Se houver pouco T4 livre, e consequentemente a falta de T3, o problema passa ser o do hipotireoidismo.

Vejas as principais causas, sintomas e tratamentos para Hipotireoidismo e Hipertiroidismo

TSH T3 T4 exames para tireoide

Hipotireoidismo

É causado pela menor produção de hormônio no sangue, e assim, uma desaceleração do metabolismo. Existem três situações que podem causar o hipotireoidismo:

A) Hipotireoidismo subclínico

É a forma inicial do hipotireoidismo. O paciente não apresenta sintomas e os níveis de T4  continuam os mesmos. Apenas o nível de TSH se torna um pouco mais elevado.

B) Hipotireoidismo clínico

Aqui a doença é mais severa. Os níveis de T4 estão baixos e os de TSH costumam estar mais elevados. Eles costumam apresentar os sintomas:

  • Desaceleração dos batimentos cardíacos
  • Intestino preso
  • Menstruação irregular
  • Diminuição da memória
  • Cansaço
  • Dores musculares
  • Sonolência excessiva
  • Pele seca
  • Queda de cabelo
  • Ganho de peso
  • Aumento do colesterol no sangue

C) Hipotireoidismo central

Mais Sobre Este Assunto

Saiba tudo sobre a Tireoide

Aqui os níveis de T4 livre e de TSH são altos. O problema costuma estar na hipófise, que mantém a produção elevada de TSH mesmo o paciente  já apresentando níveis elevados de hormônio tireoidianos. Os sintomas são os mesmos do quadro clínico.

D) Tratamentos para o Hipotireoidismo

O tratamento deve começar na fase subclínica com a reposição do hormônio tireoxina que a tireoide deixou de fabricar. Como a doença dificilmente avança, então os medicamentos nunca poderão ser deixados de ser consumidos. Dificilmente a doença regride, ele deve ser tomado por toda a vida, mas os resultados são muito bons. A medicação se chama levotiroxina. Ela restabelece os níveis hormonais e costuma reverter os principais sinais.

Hipertiroidismo

O hipertiroidismo, ao contrário do hipo, é causado pela maior produção de hormônios no sangue,ocorrendo uma aceleração do metabolismo fora do normal.Também são encontrados em três maneiras distintas:

A) Hipertireoidismo subclínico

Aqui a tireoide ainda funciona bem, os níveis de TSH estão baixos, mas os níveis de T4 livre encontram-se normais. O paciente não apresenta sinais da doença.

B) Hipertireoidismo clínico

O quadro clínico apresenta níveis baixos de TSH, cerca de  0,1 mU/L (o nível mais baixo), mas o T4 livre está muito elevado. Os principais sintomas são:

  • Sensação de calor
  • Aumento da transpiração
  • Fraqueza
  • Mãos trêmulas
  • Batimentos cardíacos acelerados
  • Cansaço
  • Perda de peso
  • Irritabilidade e ansiedade
  • Infertilidade

C) Hipertireoidismo central

O problema, mais uma vez, é da hipófise. Ela é um tipo raro da doença, em que o nível de TSH está muito baixo e o de T4 livre também.

D) Tratamentos para a o Hipetireoidismo

Existem três modos diferentes de tratamento, são eles:  drogas, radiação ou cirurgia. O tipo de tratamento usado depende do paciente, e da gravidade do quadro.

Os principais medicamentos usados são o metimazol e o propiltiuracil, que impedem a produção de hormônios pela tiroide. Para os idosos os medicamentos devem ser rapidamente prescritos já que podem ocorrer arritmias cardíacas, hipertensão, fibrilação, infarto e osteoporose.

Notícia Diárias Para Quem Não Tem Tempo

Tanto a cirurgia, quanto o iodo radioativo curam o hipertireoidismo, mas levam ao hipotireoidismo.

Confira um pouco mais sobre o hipertireoidismo e o hipotiroidismo (3:23):

Fontes:

https://www.medicinenet.com/script/main/art.asp?articlekey=3800

https://www.mdsaude.com/endocrinologia/tsh-t4-livre

https://www.webmd.com/women/what-is-tsh-test#1

https://www.endocrino.org.br/entendendo-tireoide-hipertireoidismo/

https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK244/

Leave A Reply

Your email address will not be published.